quinta-feira, 10 de agosto de 2017

DISTRITÃO NÃO!


Na avaliação de especialistas, o Distritão, defendido pela maioria do Congresso, inclusive também pelo presidente Michel Temer, tende a favorecer parlamentares já eleitos.

Para melhor compreensão de todos, o que o Congresso está querendo é garantir a reeleição dos atuais deputados, apesar dos arranhões da Lava Jato e facilitar a distribuição dos recursos do Fundo Partidário, que será gigantesco, para compensar o fim das doações. 

Nesse caso o eleitor sai perdendo na qualidade de seus representantes, a banda pobre terá uma sobrevivência elevada e a renovação não corresponderá à decepção atual do povo brasileiro com seus representantes.
É mais uma tentativa de salvaguarda da reeleição dos deputados atuais!

Com o Distritão, os políticos que já têm mandato, e logo são mais conhecidos do eleitorado, tendem a ser mais votados que os desconhecidos, favorecendo os atuais parlamentares, por mais desmoralizados que estejam, reduzindo a taxa de renovação das bancadas.

O sistema também favorece os candidatos ricos, já que a campanha terá que ser feita em todo o estado, exigindo recursos que candidatos iniciantes não terão. Aqueles que tem o poder usarão também recursos próprios e doações ocultas pelo caixa dois, agora com mais cuidado e com profissionalismo, é claro!

Os candidatos idealistas, que pretendem mesmo mudar essa prática vergonhosa atual do "toma lá...dá cá", da corrupção e da impunidade, não vão conseguir se eleger, já que além de pouco conhecidos, não terão os recursos necessários para enfrentar os "medalhões" que fazem parte da quadrilha que se instalou (com pouquíssimas exceções) no Congresso Nacional!

Em resumo: O Distritão é a garantia da permanência dos corruptos no Congresso Nacional!

NÃO AO DISTRITÃO!


REAGE BRASIL!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

POLÍTICA SEM CARÁTER RESULTA EM CORRUPÇÃO!


Hoje vamos falar apenas desses dois Senadores da República, que entre tantos outros patifes, tem envergonhado todo o Estado do Paraná! 

Embora não surpreenda, a exposição da podridão moral que domina a classe política brasileira causa uma mistura de revolta, tristeza e indignação.

Vamos começar com esses dois e, em outras próximas publicações, vamos mencionar outros elementos perniciosos ao nosso convívio e que não devem nos representar jamais!


Publicação da República de Curitiba:

A Polícia Federal atribuiu nesta segunda-feira (7) em relatório no âmbito de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro à senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e ao ex-ministro Paulo Bernardo, no âmbito das eleições de 2014. As investigações têm como base a delação da Odebrecht.

“Há elementos suficientes para apontar a materialidade e autoria dos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro praticados pela senadora, seu então chefe de gabinete, Leones Dall Agnol e seu marido, Paulo Bernardo da Silva, além dos intermediários no recebimento, Bruno Martins Gonçalves Ferreira e Oliveiros Domingos Marques Neto”, sustenta a PF.

Além desse inquérito, Gleisi já é ré no Supremo Tribunal Federal (STF) acusada de receber R$ 1 milhão de dinheiro desviado da Petrobras.


Publicação de Fábio Campana:

O senador Roberto Requião (PMDB) postou memes nas redes sociais onde procura se livrar dos escândalos que atentam boa parte dos políticos brasileiros. Requião joga contra a memória da opinião pública, mas vale lembrar que o senador já foi delatado em dezembro passado pelo ex-presidente da Transpetro Sergio Machado (PMDB) como um dos beneficiários das doações feitas pela JBS em 2014. 
Só da empresa envolvida na Operação Carne Fraca, Requião recebeu R$ 2,9 milhões (parcelas de R$ 400 mil, R$ 500 mil e R$ 1,5 milhão).

A Lava Jato também preocupa Requião. Em duas campanhas, 2010 ao Senado e 2014 ao Governo do Estado, Requião recebeu dinheiro das empreiteiras envolvidas e investigadas pela operação coordenada pelo juiz Sérgio Moro. A Galvão Engenharia repassou R$ 150 mil para o senador em 2010 e a OAS outros R$ 500 mil em 2014.

Requião foi delatado ainda pelo auditor fiscal Luiz Antônio de Souza, acusado de comandar a corrupção na Receita Estadual entre 2003 e 2010. E também denunciado na Justiça por assinar contrato e aditivos irregulares na fiscalização dos pedágios no Paraná; o desvio, conforme a denúncia, é de R$ 40 milhões.


REAGE PARANÁ!   REAGE BRASIL!



sexta-feira, 4 de agosto de 2017

BRASIL E VENEZUELA...TUDO A VER!


video

Esse vídeo acima, foi elaborado pela MBL.ORG.BR

Nas próximas eleições de 2018 para Presidente, Governadores, Senado, Câmara Federal e Legislativos, o Brasil precisa "derrubar" nas urnas esses partidos socialistas-comunistas, ou então poderemos enfrentar uma possível guerra civil, nos moldes em que vem enfrentando o patriótico e corajoso povo Venezuelano, quando o "estômago, encostado na coluna, começar a doer"!

A experiência com essa administração corruPTa - socialista está aí: péssima educação,  retração econômica, desemprego, instabilidade e violência... todos os ingredientes de uma receita macabra que transforma qualquer Nação num submundo como Cuba e Venezuela, onde imperam a fome, a miséria e a morte...
e me desminta se for capaz!


REAGE BRASIL!